9 de novembro de 2023

Almagis é parceira do programa “Novos Caminhos”

Inciativa visa profissionalizar adolescentes que vivem em casas de acolhimento

 

O presidente da Associação Alagoana de Magistrados (Almagis), juiz Hélio Pinheiro, participou de uma reunião com os juízes da Coordenadoria Estadual da Infância e Juventude (CEIJ), Ygor Figueiredo, Laila Kerckhoff e Mylena Silveira, e com os diretores de Educação e Tecnologia do SESI/SENAI Carlos Alberto Paes e Clarisse Barreiros. Durante o encontro, que aconteceu nesta quarta-feira (08) na Casa da Indústria, foram discutidas estratégias para a implementação do programa “Novos Caminhos”, idealizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“A criança ou adolescente que vive em um abrigo tem sua realidade alterada. Carente da presença e afeto dos pais e familiares por motivos diversos, permanecem em acolhimento até completarem 18 anos de idade. A partir daí enfrentam ainda mais obstáculos para conduzirem, sós, sua vida adulta. Por meio de parcerias entre a Justiça, sociedade civil, instituições de ensino e empresariais, pretendemos que eles recebam escolarização, capacitação profissional e trabalho para dirigirem suas vidas de forma digna e autônoma. A Almagis faz questão de dar sua contribuição para essa questão de elevada relevância social.”, explicou Hélio Pinheiro.

De acordo com o juiz Ygor Figueiredo, a expectativa é beneficiar todos os adolescentes abrigados do estado. “A ideia é conseguir parcerias para oferecer não só a capacitação, mas também educação e acompanhamento psicológico e odontológico para esses meninos e meninas. Porque quando eles forem se apresentar em uma entrevista de emprego, eles precisarão se portar adequadamente. Nosso objetivo é garantir que eles possam viver dignamente após a saída do abrigo“, afirmou.

Carlos Alberto Paes reafirmou o comprometimento do SESI/SENAI com a causa. “Vamos com certeza oferecer oportunidades para esses jovens, para que eles possam no futuro entrar no mercado de trabalho. Todos nós temos um compromisso social com esses adolescentes”.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *