28 de março de 2022

Judiciário alagoano celebra a chegada de 12 novos juízes

Aprovados no último concurso para Magistratura tomaram posse nesta segunda-feira (28), no Pleno do TJAL

O Judiciário alagoano ganhou nesta segunda-feira (28), mais 12 juízes. A posse dos aprovados no último concurso para Magistratura alagoana, foi dada pelo presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Klever Loureiro, e ocorreu no Plenário da Corte, com transmissão ao vivo.

O presidente da Associação Alagoana de Magistrados (ALMAGIS), juiz Sóstenes Andrade, participou da cerimônia de posse e destacou a contribuição dos novos magistrados à Justiça alagoana. São doze valorosos magistrados que passaram por um processo seletivo rigoroso, que é um concurso para magistratura. Então a sociedade alagoana e o Poder Judiciário só têm a ganhar”, disse.

O reforço amenizará a carência de magistrados em Alagoas, segundo Klever Loureiro, pois serão direcionados para as comarcas mais assoberbadas. “Nós temos hoje uma vacância de vinte e cinco cargos de magistrado. Temos 20 aprovados neste concurso, e pretendemos nomear os oito restantes, considerando a dotação orçamentária, até setembro, no máximo”, disse o desembargador, que parabenizou os empossados.

Bruna Mendes d’Almeida proferiu o discurso representando todos os novos juízes.“O direito tem a capacidade, se bem aplicado, de ser uma poderosa arma contra a desigualdade, miséria e opressão. É necessário entender a magistratura não apenas como uma forma de conquista pessoal, mas como meio de fazer a diferença na vida dos outros. É essa a responsabilidade que recebemos hoje”, destacou Bruna.

Foram empossados Bruna Fanny Oliveira Lemos, Bruna Mendes d’Almeida, Caio de Melo Evangelista, Darlan Soares Souza, Evaldo da Cunha Machado, Fernanda de Goes Brito Diamantaras, Mylena Rios Camardella da Silveira, Natália Cerqueira de Castro, Nathalia Silva Viana, Rafael Wanderley de Siqueira Araújo, Vinícius Augusto de Souza Araújo e Wilians Alencar Coelho Junior.

Os juízes passarão por curso de formação na Escola Superior da Magistratura de Alagoas (Esmal), antes de começarem efetivamente a atuar.

Com informações do TJAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *