8 de julho de 2020

TJAL atende pleito da Almagis e determina a nomeação do segundo assessor

Nomeações devem iniciar em agosto deste ano; pedido da associação visa garantir o tratamento uniforme a todos os magistrados

Atendendo um pleito da Associação Alagoana de Magistrados (Almagis), o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) deferiu a nomeação do 2º assessor das unidades judiciárias. As nomeações devem iniciar em agosto deste ano. A decisão foi publicada pela presidência do Judiciário alagoano nesta quarta-feira (8).

De acordo com a publicação, a matéria já constava em um processo de 2018, e, atualmente, existem 26 unidades judiciárias sem o segundo assessor.

Para com o presidente do TJAL, desembargador Tutmés Airan, as nomeações visam compatibilizar o pedido da Almagis e as dificuldades financeiras decorrentes da pandemia provocada pelo COVID-19, assegurando o tratamento uniforme a todos os magistrados.

Segundo a decisão, o JECC Delmiro Gouveia será o primeiro a receber o segundo assessor, no início de agosto; seguido do JECC de São Miguel dos Campos (início de setembro); JECC de Palmeira dos Índios (início de outubro); JECC de União dos Palmares (início de novembro); e JECC de Santana do Ipanema e JECC Rio Largo (início de dezembro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *